VeChain apresenta os resultados da parceria com o Walmart China

  • A VeChain revelou a possibilidade de estabelecer um sistema baseado em tecnologia de blockchain para rastreamento de cadeias de abastecimento na China.
  • A parceria entre o Walmart e a VeChain poderia ser a base para um novo sistema de cooperação com as autoridades chinesas e outras empresas locais.

Em uma publicação no WeChat, a VeChain apresentou as vantagens de utilizar a tecnologia de blockchains para reduzir custos, aumentar a eficiência e a transparência da cadeia de abastecimento na China durante a era “pós-Covid 19”. A empresa também descreveu os resultados de sua cooperação com o Walmart na China e como isto poderia ser um modelo para o futuro das cadeias de abastecimento de alimentos.

A VeChain estima que é provável que seja estabelecida uma plataforma governamental chinesa para rastrear a cadeia de abastecimento. Desta forma, o governo procura “fortalecer” as capacidades de gerenciamento da cadeia de abastecimento em um ambiente seguro e fomentar a confiança do consumidor na “normalização” dos anos pós-coronavírus.

Utilizando a tecnologia de blockchain, a VeChain alega que a plataforma que poderia ser criada pelo governo chinês daria aos produtos da cadeia de abastecimento o equivalente a “um selo oficial”. Dessa forma, seriam necessários menos recursos humanos e haveria uma “otimização” estrutural, como diz a VeChain:

À medida que a eficiência posterior aumenta, eles podem alcançar um incrível crescimento da eficiência humana. Perceber entropia inversa e redução de custos em grandes organizações, e ir contra a corrente na era pós-epidêmica.

A VeChain já anunciou sua cooperação com o governo chinês para criar uma plataforma de blockchain para o setor de saúde. O anúncio foi feito em conjunto com uma delegação do governo da província de Huabei e o parceiro do VeChain, DNV GL. O objetivo da plataforma é criar um padrão de gestão de risco, coleta de dados e implementação de medidas para evitar situações como as causadas pelo Covid-19.

A VeChain reduz os custos e melhora a cadeia de fornecimento na China

Além disso, a VeChain indicou que uma plataforma baseada na tecnologia de blockchain para rastrear a cadeia de abastecimento de alimentos poderia integrar um mecanismo de inspeção. Assim, reguladores e autoridades poderiam “assegurar” que não haja discrepâncias entre os produtos e as informações armazenadas na blockchain.

Isto reduziria o atrito em tais processos e diminuiria os custos, permitindo a autocertificação. Além disso, as grandes empresas seriam capazes de rastrear produtos abaixo das normas e evitar perdas econômicas, removendo-os rapidamente da cadeia de fornecimento.

Portanto, a VeChain apresenta os resultados que sua cooperação com o gigante Walmart na China teve e os utiliza como exemplo do que a plataforma governamental poderia ser no futuro. Lançada em junho de 2019, a plataforma permite ao Walmart acessar um sistema com informações sobre logística, a origem de um produto, número de inspeções, armazenamento, entre outros dados importantes. A VeChain acrescenta:

Todos os dados se tornam um registro de arquivo confiável porque não podem ser adulterados e são compartilhados por todas as partes em tempo real, de modo a efetivamente classificar o processo de informação, reduzir o custo de comunicação da empresa e abrir todos os links de informação que originalmente eram demorados, trabalhosos e pouco claros.

A plataforma de rastreabilidade de segurança alimentar do Walmart China já incluiu mais de 100 itens. Estes cobrem uma variedade significativa de produtos como vegetais, frango, carne de porco, entre outros, como revela a VeChain. Além disso, teve 7 iterações de atualização até outubro deste ano, com base nas necessidades dos clientes do Walmart na China. A VeChain conclui:

A tecnologia blockchain pode habilitar as empresas a construir eficientemente um sistema de gerenciamento da cadeia de abastecimento sem becos sem saída e com cobertura total, alcançar rastreabilidade direcionada e resolver eficazmente pontos de dor e bloqueios. Ela se tornará a melhor escolha para os grandes supermercados para acelerar a transformação digital.

About Author

Reynaldo Márquez tem acompanhado de perto o crescimento da tecnologia Bitcoin e blockchain desde 2016. Desde então, tem trabalhado como colunista em criptomoedas cobrindo avanços, quedas e aumentos no mercado, bifurcações e desenvolvimentos. Ele acredita que as criptomoedas e a tecnologia blockchain terão um grande impacto positivo na vida das pessoas.

Os comentários estão encerrados.