Breaking: A primeira ETF Bitcoin do mundo a ser lançada no final do ano

  • O gestor de fundos brasileiro Hashdex lançará a primeira ETF Bitcoin regulamentada do mundo em cooperação com a Nasdaq até o final do ano.
  • A Hashdex anunciou em 18 de setembro que o pedido havia sido aprovado pela Nasdaq e que todos os regulamentos poderiam ser implementados.

A Bitcoin ETF é vista como o Santo Graal do mercado criptográfico para atrair novos investidores com grandes reservas de capital para o mercado e assim bombear dinheiro fresco para o mercado. Até hoje, todas as aplicações Bitcoin ETF foram rejeitadas pela SEC, com o argumento de que o mercado Bitcoin ainda não amadureceu. No entanto, um gestor de fundos do Brasil conseguiu agora um avanço.

Hashdex e Nasdaq para lançar a Bitcoin ETF até o final do ano

De acordo com um relatório, a gestora de fundos brasileira Hashdex assinou um acordo com a Nasdaq, que aprovou o lançamento de uma ETF Bitcoin. A aprovação foi dada em 18 de setembro para o “Hashdex Nasdaq Crypto Index”. O ETF lançará 3 milhões de ações Classe E para negociação na Bolsa de Valores das Bermudas.

A Infomoney diz que o fundo deve ser lançado e estar pronto para ser comercializado até o final deste ano. A Hashdex escolheu as Bermudas por causa da estrutura legal, que é considerada muito amigável à criptografia. De acordo com o relatório, mais informações sobre a metodologia e o funcionamento exato não serão divulgadas até o dia do lançamento oficial.

Marcelo Sampaio, CEO da Hashdex, descreveu que este passo é mais uma confirmação de que o interesse dos investidores institucionais no mercado de criptografia continuou a crescer hoje em dia. O Nasdaq mostra grande confiança no mercado, já que a primeira ETF Bitcoin do mundo foi aprovada. A Sampaio resumiu adequadamente:

Este processo também deve acelerar a entrada de investidores institucionais neste segmento. É uma tendência que está se tornando cada vez mais concreta.

Segundo a revista brasileira Oglobo, o novo produto financeiro abre o caminho para investidores institucionais globais, tais como fundos soberanos, fundos de pensão e fundos de dotações, para simplesmente investirem seu capital no mercado criptográfico. A Hashdex está sediada em Ipanemda e foi fundada em 2018 por Marcelo e Bruno Caratori. Marcelo já trabalhou com Oracle e Microsoft em vários projetos e é bem conhecido no cenário inicial brasileiro.

A Hashdex administra atualmente ativos de quase US$ 46,4 milhões, que estão divididos em 4 fundos, três dos quais estão listados no Brasil. Estes também incluem fundos criptográficos, de modo que a Hashdex já tem ampla experiência neste setor. Os parceiros de custódia da Hasdex que irão armazenar os ativos criptográficos são Vo1t, Kingdom Trust e Xapo.

Mais recentemente, o ex-CEO da Goldman Sachs, Raoul Paul, previu que uma ETF Bitcoin traria bilhões para o mercado e que o tempo estava maduro:

Eu vou lhe dar a maior oportunidade de front-running de sua vida: eles vão conseguir um ETF através da linha. Haverá bilhões de dólares que serão investidos nele. Cada plano de pensão irá alocar algum dinheiro para ele. Cada escritório familiar alocará algum dinheiro para ele. E quanto mais o preço subir, mais eles vão alocar.

Bitcoin ETF’s rejeitada sem piedade até agora

Nos últimos anos, a US Securities and Exchange Commission (SEC) rejeitou inúmeras propostas de um ETF Bitcoin dos irmãos Winklevoss e Wilshire Phoenix, assim como o corretor da NYSE Arca. O raciocínio por trás destas rejeições sempre foi que o mercado criptográfico não está suficientemente regulamentado e ainda precisa amadurecer mais.

About Author

Collin é um investidor Bitcoin do início da hora e um investidor de longa data no mercado de criptomoedas e forex. Ele está fascinado pelas complexas possibilidades da tecnologia blockchain e tenta tornar a matéria acessível a todos. Seus relatórios se concentram em desenvolvimentos sobre a tecnologia para diferentes criptomoedas.

Os comentários estão encerrados.