Lendário jogador de pôquer faz tudo sobre Bitcoin, liquida Ether e Monero

  • A Cypherpunk Holdings, dirigida pelo lendário jogador de pôquer Tony G, largou seu Monero e Ethereum e usou os fundos para aumentar sua posição no BTC.
  • A empresa possui agora 276.479 BTC, o nono maior esconderijo de propriedade de uma empresa pública.

Uma empresa canadense cotada em bolsa fez tudo o que tinha a ver com Bitcoin, liquidando suas participações na Monero e Ethereum. A Cypherpunk Holdings tornou-se agora o nono maior detentor de ações negociadas publicamente da Bitcoin, logo atrás da Hive Blockchain.

Tudo sobre a Bitcoin

A empresa canadense anunciou em um comunicado de imprensa em 26 de novembro que havia aumentado seu estoque de Bitcoin. A Cypherpunk comprou 72.979 BTC, no valor de US$ 1,26 milhões, elevando sua participação total no BTC para 276.479 BTC, no valor de US$ 4,76 milhões no momento da imprensa. O aumento da participação da Cypherpunk no BTC é resultado da liquidação total das posições em Monero e Ethereum, revelou a empresa.

Ela também utilizou alguns fundos que levantou em uma colocação privada de $505.000 CAD ($388.300). A colocação privada terminou em 27 de agosto, com a empresa emitindo 10.100.000 unidades a um preço de CAD $0,10. A Cypherpunk Holdings torna-se a mais recente empresa pública a aumentar suas participações na BTC. A empresa sediada em Toronto é mais conhecida na comunidade de moedas criptográficas como a proprietária da carteira Wasabi.

A carteira não-custodial focada na privacidade dá aos usuários o controle total de sua BTC. Ela também vem com o CoinJoin embutido, integra o navegador Tor e dá aos usuários recursos de controle de moedas. A Cypherpunk também investiu na carteira Samourai, mais uma carteira Bitcoin focada na privacidade. A carteira prioriza recursos robustos de criptografia e privacidade. Através de uma parceria com a GoTenna, a Samourai também permite que os usuários negociem a Bitcoin enquanto estiverem offline.

Ao leme da Cypherpunk Holdings está Antanas Guoga, uma jogadora de pôquer lituana mundialmente famosa. Mais conhecido como Tony G, ele foi o indutor fundador do Hall da Fama do pôquer australiano. Ele agora serve na assembléia nacional lituana, tendo anteriormente representado o país no Parlamento Europeu.

Empresas públicas se voltam para Bitcoin

O Cypherpunk é agora o nono maior detentor de Bitcoin negociado publicamente. No que está se tornando uma tendência em rápido crescimento, as empresas públicas estão comprando Bitcoin como uma cobertura contra moedas deflacionárias fiat. A mudança chega em um momento em que muitas empresas de Wall Street têm tocado a Bitcoin para ser um dos melhores ativos a longo prazo.

Uma das mais recentes é a JP Morgan, que alegou que a Bitcoin está agora competindo com o ouro como a moeda alternativa de escolha para muitos. A empresa pública com o maior estoque de Bitcoin é a Microstrategy. A empresa de inteligência comercial investiu US$ 425 milhões na Bitcoin em agosto e setembro, liderando o caminho para as empresas de Wall Street.

O CEO Michael Saylor tem sido um apoiador vocal da BTC, saudando a Bitcoin como ouro digital. A empresa agora possui 38.250 BTC, 0,182% do total da oferta de BTC. As ações da Microstrategy se beneficiaram da aposta Bitcoin, com os analistas esperando que o preço triplique no futuro próximo.

Outras empresas públicas com participações consideráveis no BTC incluem a Mike Novogratz’ Galaxy Digital com 16.402 BTC, a Jack Dorsey’s Square com 4.709 BTC, a Voyager Digital com 1.638 BTC e a controversa Riot Blockchain com 1.175 BTC. O Grayscale Bitcoin Trust continua sendo o maior proprietário de Bitcoin com um estoque de 527.966 BTC, respondendo por 2,51% do fornecimento total de Bitcoin. De propriedade do Digital Currency Group, o fundo dá aos investidores exposição à Bitcoin em uma configuração regulada pela SEC.

About Author

Collin é um investidor Bitcoin do início da hora e um investidor de longa data no mercado de criptomoedas e forex. Ele está fascinado pelas complexas possibilidades da tecnologia blockchain e tenta tornar a matéria acessível a todos. Seus relatórios se concentram em desenvolvimentos sobre a tecnologia para diferentes criptomoedas.

Os comentários estão encerrados.