Marco histórico para Bitcoin: DAG Global solicita licença bancária no Reino Unido

  • A DAG Global, com sede em Londres, está solicitando uma licença bancária no Reino Unido para preencher a lacuna entre as empresas de criptomoedas e o sistema bancário tradicional.
  • Para muitas start-ups no setor de criptomoedas, o acesso a uma conta bancária ainda é um problema significativo, que a DAG Global quer mudar.

A indústria de criptomoedas está a lutar com um problema inerente que afeta as bolsas e os operadores de outros serviços criptomoedas há bastante tempo. Em todo o mundo, tem sido difícil para eles estabelecerem relações com bancos comerciais para, por um lado, fornecerem gateways para o dinheiro Fiat e, por outro lado, gerenciarem suas próprias finanças. Para superar este problema, muitas empresas iniciantes em todo o mundo estão a fundar novos bancos para fornecer serviços especificamente para a indústria de criptomoedas.

Na Grã-Bretanha, a start-up DAG Global está a tentar obter uma licença bancária britânica para preencher a lacuna entre as empresas de criptomoedas e os bancos. Como informou o jornal Financial Times, a empresa sediada em Londres está a trabalhar para reapresentar seu pedido de licença no próximo mês, a fim de se tornar o “primeiro banco comercial de ativos digitais” no Reino Unido em 2021.

A start-up, fundada em Londres em 2018, está a lutar com a falta de compreensão e o problema de reputação da indústria de criptomoedas. De acordo com o relatório, a DAG Global realizou “conversações construtivas” com as autoridades britânicas, a Financial Conduct Authority (FCA) e a Prudential Regulation Authority (PRA). No entanto, ambas as autoridades estão a emitir advertências contra o uso de criptomoedas, como o Bitcoin, para atividades criminosas. Até agora, no entanto, nenhuma “bandeira vermelha” foi acenada.

A DAG Global apresentou originalmente a sua candidatura em Maio de 2019. No entanto, a aprovação do pedido foi adiada devido a bloqueios oficiais. Isto também atrasou o plano para iniciar as atividades comerciais já em 2019. No entanto, Sean Kiernan, CEO da DAG, estava otimista e acredita que “é a falta de compreensão e o risco de reputação” que tem bloqueado os esforços feitos até agora. Ele afirmou ainda que a indústria de criptomoedas pode ser um “setor mais limpo” do que a principal indústria financeira.

A chave para uma indústria de criptomoedas independente de bancos

A DAG Global escreve em seu sítio web corporativo que uma licença bancária completa no Reino Unido lhe permitiria oferecer aos empresários da blockchain e criptomoedas uma gama completa de serviços bancários para preencher a lacuna entre as moedas fiat e criptomoedas:

A nossa plataforma bancária digital, líder na indústria, está construída utilizando tecnologias avançadas e robustas que nos permitem facilitar transacções económicas dentro e entre as moedas Fiat tradicionais e os activos digitais – tudo isto mantendo os mais elevados padrões globais de conformidade e segurança estabelecidos.

A empresa junta-se a várias empresas em todo o mundo que partilham um objectivo semelhante. Nos EUA,  Silvergate Bank foi fundado para fornecer serviços bancários a empresas de criptomoedas. Silvergate, anteriormente uma pequena empresa sediada em San Diego, cresceu rapidamente desde a mudança para negócios em criptomoedas e está listada na Bolsa de Valores de Nova York desde o final do ano passado.

Como demonstrado no passado, mesmo empresas bem estabelecidas como a Coinbase estão a tender problemas para ter acesso ao setor bancário “fiat”. A bolsa de criptomoedas, que está fortemente focada na conformidade, também teve dificuldades em construir relações bancárias no Reino Unido. Em 2018, a Coinbase abriu uma conta bancária no Barclays, que foi fechada no ano passado.

Stephanie Ramezan, Diretora Comercial da DAG, disse ao Financial Times:

Somos abordados diariamente pelas empresas da região porque as pessoas estão fartas do que precisam no momento para atender às necessidades básicas da banca de negócios.

Siga-nos no Facebook e Twitter e não perca mais nenhuma notícia quente! Gosta dos nossos índices de preços?

About Author

Jake Simmons tem sido um entusiasta de criptomonedas desde 2016, e desde que ouviu falar sobre Bitcoin e tecnologia blockchain, ele tem estado envolvido com o assunto todos os dias. Além das criptomoedas, Jake estudou ciência da computação e trabalhou por 2 anos para uma startup no setor de blockchain. Na CNF ele é responsável pelas questões técnicas. Seu objetivo é tornar o mundo consciente das moedas criptográficas de uma forma simples e compreensível.

Os comentários estão encerrados.