ADVERTISEMENT

Mineiros de Bitcoin da China controlam 66% dos hashrate globais

  • Um novo relatório Coinshare mostra que os mineiros baseados na China controlam até 66% da taxa de hash global do Bitcoin, dando-lhes grande poder na rede BTC.
  • Desde junho de 2019, a proporção de mineiros chineses tem vindo a aumentar constantemente.

CoinShares de Londres publicou um novo relatório mostrando que a China controla até 66% da taxa de hash global na rede Bitcoin. Diz-se que a província de Sichuan sozinha é responsável por mais da metade da taxa de hash. Este desequilíbrio na rede pode ser abusado ou levar a problemas se a China tomar medidas mais duras contra a mineração do Bitcoin.

O BTC Hashrate continua a aumentar

O Hashrate (taxa de hash) indica a quantidade de potência de computação necessária para validar transações na blockchain Bitcoin. Quanto maior for o hashrate, mais segura será a rede. O relatório afirma que a taxa de hash global aumentou 80% desde junho até os dias de hoje e, portanto, está mostrando um crescimento constante. Desde esta data, o hashrate aumentou de 50 EH/s para quase 90 EH/s e até mesmo para 100 EH/s às vezes.

Source: httpss://coinsharesgroup.com/assets/resources/Research/bitcoin-mining-network-december-2019.pdf

O relatório afirma em pormenor:

Durante este período, o Hashrate cresceu um pouco mais lentamente do que a média de 5 anos – um período que corresponde aproximadamente ao início da ‘era industrial’ da mineração de Bitcoins – mas significativamente mais rápido do que ambos os períodos de 6 meses anteriores.

A proporção de mineiros de Bitcoin da China aumentou de 60% para 66%. Chris Bendiksen, chefe de pesquisa da CoinShares, diz que esse desenvolvimento pode ser devido ao aumento do uso de hardware de mineração moderno na China. Os pesos pesados chineses na indústria de mineração, como Bitmain e MicroBT, estão entre os maiores fabricantes mundiais de equipamentos de mineração.

Ao preço atual do Bitcoin, de pouco menos de USD 7.200, os mineiros produzem Bitcoins no valor de pouco menos de USD 4,7 bilhões anualmente. As maiores e mais importantes áreas de mineração da China são as províncias chinesas de Yunnan, Xinjiang, Mongólia Interior e Sichuan. O mapa seguinte do relatório mostra onde se encontra a maior concentração de Hashpower no mundo.

Source: httpss://coinsharesgroup.com/assets/resources/Research/bitcoin-mining-network-december-2019.pdf

No entanto, a atual posição de monopólio da China pode diminuir se mais dispositivos da próxima geração forem vendidos em outros países e mercados, continua Bendiksen. No entanto, os baixos custos de energia e o papel pioneiro da China lhe dão uma clara vantagem sobre seus concorrentes:

Isto é benéfico para a indústria mineira chinesa [….] Se for o primeiro a aumentar a sua percentagem de hashrate, e o puder fazer antes dos seus concorrentes, isso é geralmente bom.

No final de Outubro, informamos que um comité chinês tinha declarado que a mineração de Bitcoin  na província de Sichuan seria promovida e mais desenvolvida. O objetivo aqui é criar mais oportunidades de negócios na região com base na tecnologia Bitcoin e blockchain. No entanto, resta saber se a China será capaz de expandir ainda mais sua supremacia.

O yuan digital da China entra em fase-piloto

A China anunciou há alguns dias que a fase de teste do yuan digital vai começar antes do esperado. O yuan digital será inicialmente testado nas cidades de Shenzhen e Suzhou. Grandes empresas como a China Telecom, que têm acesso directo a um mercado de massa, estão envolvidos neste teste.

De acordo com relatos da mídia, o yuan digital será integrado em cenários de serviços reais, como transporte, educação e saúde, atingindo os usuários finais e gerando aplicações comuns diárias. O yuan digital é emitido pelo banco central da China, o Banco Popular da China, tornando-o a primeira moeda digital a ser emitida por um banco central mundial.

O impacto real na economia, população e indústria só pode ser esperado nesta fase.

Siga-nos no Facebook e Twitter e não perca mais nenhuma notícia quente! Gosta dos nossos índices de preços?

About Author

Collin Brown

Collin é um investidor Bitcoin do início da hora e um investidor de longa data no mercado de criptomoedas e forex. Ele está fascinado pelas complexas possibilidades da tecnologia blockchain e tenta tornar a matéria acessível a todos. Seus relatórios se concentram em desenvolvimentos sobre a tecnologia para diferentes criptomoedas.

Os comentários estão encerrados.