ADVERTISEMENT

Bitcoin, Ethereum & Co: É assim que a Ásia domina o mercado de criptomoedas

  • O co-fundador da Coingecko, Bobby Ong, apresentou números sobre como a indústria de criptomoedas é fortemente moldada pela Ásia e China.
  • Não só a indústria de mineração, mas também a staking, os volumes de negociação e as inovações são dominados pelo mercado asiático. 

Na recente Coindesk Invest Asia Conference, o co-fundador da Coingecko, Bobby Ong, fez um discurso muito interessante, mas subestimado, sobre o impacto da Ásia e da China no mercado global de criptomoeda. A seguir, gostaríamos de apresentar um resumo da apresentação, que também foi publicada com mais detalhes sobre a Coingecko. Além disso, gostaríamos de apresentar algumas informações de fundo interessantes.

O primeiro ponto interessante que a Ong abordou foi a Bitcoin Mining. Enquanto há 5 anos atrás isto era pouco influenciado pelos mineiros asiáticos – havia apenas um grupo de mineração de Bitcoin asiático entre os 10 primeiros – a atual distribuição da taxa de haxixe de Bitcoin mostra que 8 em cada 10 grupos de mineração de Bitcoin são originários da China e controlam 80 por cento da taxa de haxixe de Bitcoin. Apenas duas piscinas de mineração não vêm da China, a saber, Slushpool (República Tcheca) e Bitfury (Geórgia).

Bitcoin Hashrate

Source: https://www.coingecko.com/buzz/state-of-crypto-markets-in-asia

Também é interessante notar que o gigante mineiro Bitmain fornece as duas maiores piscinas de mineração com BTC.com e AntPool. Como a Bitmain também tem certa influência sobre o sétimo maior pool de mineração através de sua participação na ViaBTC, o fabricante chinês de ASIC detém cerca de 40% da taxa total de haxixe da Bitcoin.

De acordo com Coingecko, a situação do Ethereum (ETH) é semelhante. De acordo com os resultados da pesquisa, 6 dos 10 maiores pools de mineração de Ethereum são originários da Ásia, sendo 5 da China e 1 da Coréia do Sul. No geral, o mercado asiático responde por 49% da taxa de haxixe total da rede ETH.

coingecko Ethereum Hashrate

Source: https://www.coingecko.com/buzz/state-of-crypto-markets-in-asia

Como Ong observou, esta tendência aplica-se a todas as criptomoedas que utilizam uma prova de trabalho. É surpreendente, no entanto, que as criptomoedas que dependem de (Delegated) Proof of Stake também sejam amplamente dominadas pela Ásia. Ao contrário da mineração, a vantagem da eletricidade barata na China não é aplicável aqui. Como as condições competitivas são as mesmas para todos os participantes, pode-se esperar que a Ásia seja menos dominante.

Como a Ong mostrou com o exemplo da EOS, no entanto, 80 por cento dos produtores de blocos EOS vêm da China. Uma análise actual dos produtores de blocos EOS confirma este facto. No momento da elaboração do presente relatório, 14 dos 21 produtores de blocos EOS provinham da Ásia, com 10 dos 21 produtores estabelecidos na China, como demonstra a atual classificação dos produtores de blocos EOS pela EOS Authority.

Segundo a Ong, a Ásia está não só a dominar a extracção e a aposta de criptomoedas, mas também o volume de transacções (normalizado). Nos últimos um ano e meio, surgiram 318 novas trocas de moedas eletrônicas, 40% delas da Ásia. Depois de ajustar o volume de negociação reportado (por meio de lavagem, mineração de taxas trans e dados API falsificados), a Coingecko chega à conclusão de que 58 por cento do volume de negociação tem origem na Ásia.

coingecko Bitcoin

Source: https://www.coingecko.com/buzz/state-of-crypto-markets-in-asia

A Ásia também lidera inovações

Como Coingecko também observou, a Ásia também é líder em inovação. Acima de tudo, a Binance lançou inúmeras iniciativas que agora estão sendo copiadas por outras bolsas. Por exemplo, foi desenvolvido o modelo de token de troca, que agora é o padrão de fato para operar uma troca. No início do ano, a Binance também desenvolveu a Initial Exchange Offering (IEO), que foi copiada por outras bolsas como Bitfinex e Huobi.

Mas a Binance não é a única líder em inovação. Para além do discurso de abertura da Ong, existem muitos outros exemplos e razões pelas quais a Ásia está actualmente a dominar o mercado da moeda electrónica.

  • Embora a República Popular da China tenha proibido as criptomoedas e a mineração, as criptomoedas, especialmente a Bitcoin, são muito populares como investimento na China. As principais razões para isso são a instabilidade do yuan chinês, o crescimento da riqueza privada chinesa e da energia barata na China, o que torna a mineração mais lucrativa.
  • O Bitcoin (BTC) é reconhecido como moeda oficial no Japão. As empresas de todo o país aceitam pagamentos em criptomoeda. Os três maiores bancos japoneses, MUFG, SMBC e Mizuho, todos investiram o maior câmbio criptomoedas do país, o bitFlyer. A Ripple também está trabalhando com um consórcio bancário japonês de 61 bancos para legitimar ainda mais as criptomoedas e processar transferências de dinheiro usando a tecnologia Ripple.
  • Na Coréia do Sul, o gigante do aplicativo de mensagens Kakao publicou sua própria blockchain em junho e planeja lançar uma carteira criptográfica chamada “Klip” este ano. O aplicativo de pagamento chamado KakaoPay permitirá que milhões de pessoas enviem e recebam criptomoedas.

Estes são apenas alguns exemplos sobre a adoção de criptomoedas em países asiáticos, que estão muito à frente em comparação com a Europa, os EUA e também a América do Sul. Além disso, há, naturalmente, muitos outros países na Ásia que promovem a inovação no campo das moedas eletrônicas, incluindo a Tailândia e Taiwan. A este respeito, o domínio asiático não deve surpreender ninguém.

Você pode assistir à palestra completa de Bobby Ong no vídeo abaixo:

About Author

Jake Simmons

Jake Simmons tem sido um entusiasta de criptomonedas desde 2016, e desde que ouviu falar sobre Bitcoin e tecnologia blockchain, ele tem estado envolvido com o assunto todos os dias. Além das criptomoedas, Jake estudou ciência da computação e trabalhou por 2 anos para uma startup no setor de blockchain. Na CNF ele é responsável pelas questões técnicas. Seu objetivo é tornar o mundo consciente das moedas criptográficas de uma forma simples e compreensível.

Os comentários estão encerrados.

ProfitFarmers ribbon